PRÉVIA | Retrospectiva POKÉMON – Quais mistérios nos esperam em GALAR

Com o término do primeiro Pokémon Direct, a comunidade gamer em geral foi pega de surpresa e ficou impressionada em como Sword & Shield aparentava ser o projeto mais ambicioso da GameFreak até o momento.

Olá Treinadores!

Como todos vocês já sabem, estamos a alguns dias do lançamento mundial de Pokémon Sword & Pokémon Shield no Nintendo Switch. E nós do Meu Nintendo estamos acompanhando todas as informações de perto, pois assim como vocês, também estamos ansiosos para poder nos aventurar por essa nova região que promete inúmeras descobertas. Com essa finalidade, estamos aqui para fazer uma Retrospectiva de todos os fatos que circundam o mais novo lançamento da franquia dos monstrinhos de bolso.

O primeiro anúncio oficial do jogo foi realizado em um Pokémon Direct que ocorreu no final de fevereiro (27/02/19). Nesta apresentação, tivemos a presença do Presidente e CEO da The Pokémon Company, Tsunekazu Ishihara, além do Produtor dos jogos Junichi Masuda e do Diretor Shigeru Ohmori. Todos eles falaram um pouco sobre o que podemos esperar nessa próxima aventura, também fomos apresentados a um vídeo que mostrava um pouco da próxima região onde irá se passar o jogo, conhecida como a Região de Galar (que será baseada no Reino Unido) e que irá ser o lar dos Pokémon da oitava geração. Também foram apresentados os Starters que poderíamos escolher no início da nossa jornada, Grookey, Scorbunny e Sobble, todos apresentando personalidades e características bem distintas. Os nomes dos jogos foram revelados, passando a serem conhecidos como Pokémon Sword & Pokémon Shield, o lançamento foi previsto para o final do ano de 2019.

Com o término do primeiro Pokémon Direct, a comunidade gamer em geral foi pega de surpresa e ficou impressionada em como Sword & Shield aparentava ser o projeto mais ambicioso da GameFreak até o momento. Apesar de terem sido mostradas poucas informações a respeito, a recepção foi bastante positiva e o suficiente para que todos os fãs da franquia ficassem com as expectativas nas alturas. Todos já começavam a fazer planos para montar sua equipe com seus monstrinhos favoritos de outras regiões em Galar.

Nos meses seguintes houve poucas informações sobre os jogos por parte da produtora, mas em um determinado momento, o Sr. Masuda e o Sr. Ohmori começaram a participar de entrevistas para continuar a fazer a divulgação sobre o game e esclarecer algumas dúvidas. Em uma dessas entrevistas, eles foram questionados a respeito de como seria a oitava geração de monstrinhos e se o jogo teria todos os outros Pokémon das regiões passadas, como aconteceu em jogos antecessores. Nesta entrevista, eles explicaram que não poderiam dar muitos detalhes e que nem todos estariam presentes no novo game, isso devido à grande quantidade de personagens (807 Pokémon, sem contar os que são originários da Região de Galar). Infelizmente essa notícia não teve uma boa recepção por grande parte dos fãs da franquia e muitos começaram expressar seu desejo pela NationalDex em redes sociais.

Passado algum tempo após esse fato, no início de junho (05/06/19), fomos surpreendidos por um novo Pokémon Direct, nesta apresentação pudemos ter uma visão mais ampla do que a Região de Galar iria nos proporcionar. A Wild Area foi mostrada pela primeira vez, ela representa um vasto campo onde os Pokémon podem ser encontrados em seu habitat natural. Dependendo da hora do dia e do clima, poderemos encontrar diferentes espécies de monstrinhos em diferentes lugares. Nesse mesmo local, poderemos interagir com outros jogadores (as especificações do funcionamento dessa nova mecânica ainda não foram esclarecidas), em um evento chamado Max Raid Battles, que representa uma batalha de quatro treinadores contra um determinado Pokémon que está com seu tamanho aumentado várias vezes. O crescimento exagerado desse Pokémon é devido ao Efeito Dynamax, a nova mecânica que será introduzida em Sword & Shield.

Ainda na mesma apresentação, o Diretor de Arte James Turner compareceu para apresentar alguns Pokémon, dentre eles podemos citar: Gossifleur e sua evolução Eldegoss, Wooloo, Drednaw e Corviknight, todos originários de Galar. Novos personagens também foram introduzidos: a professora Magnólia, responsável pela investigação dos Efeitos Dynamax na região de Galar, sua assistente e também sua neta, a pesquisadora Sonya, seu companheiro de jornada, Hop e seu irmão mais velho, campeão da Região de Galar, Leon. As batalhas Pokémon são comumente famosas e consideradas uma forma de entretenimento nesta região, com isso, outra novidade apresentada foram os estádios. Isso mesmo, Galar é repleta de estádios onde as batalhas são realizadas. Todos eles possuem treinadores de um determinado tipo de Pokémon e um líder. Milo é o especialista nos Pokémon do tipo Grama e Nessa é a líder especialista em Pokémon do tipo Água. Ao final da apresentação, houve um breve vídeo de encerramento com a apresentação dos dois Pokémon Lendários: Zacian, o Pokémon Espada e Zamazenta, o Pokémon Escudo. A data de lançamento do jogo também foi revelada, 15 de novembro de 2019.

Em agosto tivemos novas informações a respeito dos jogos, e desta vez as batalhas em estádios repletos de espectadores foram evidenciadas com mais ênfase. Além disso, mais dois personagens foram apresentados, o possível responsável pela empresa que fica encarregada pelas transmissões das batalhas, Chairman Rose e sua assistente Oleana. Novos Pokémon também foram introduzidos, Alcremie, Yamper, Rolycoly e Duraludon, que também irão compor parte da Pokédex de Galar. Outras informações como exclusividades de versões foram reveladas, as pessoas que forem adquirir a versão Sword em determinado ponto do jogo irão enfrentar a Líder do Estádio especialista em Pokémon do tipo Lutador, chamada Bea, enquanto as pessoas que adquirirem a versão Shield irão enfrentar a especialista em Pokémon do tipo Fantasma, Allister. Uma nova, porém já conhecida mecânica, foi apresentada, o Efeito Gigantamax, diferente do Dynamax, o Gigantamax faz com que quando os Pokémon são expostos a esse efeito, fiquem maiores do que o efeito proposto pelo Dynamax, recebendo características bem distintas da sua forma original. Infelizmente nem todos os Pokémon irão ter acesso ao Efeito Gigantamax, fazendo com que essa mecânica seja uma coisa singular de alguns monstrinhos.

No mês seguinte, houve um novo vídeo com algumas informações. Novos personagens, que provavelmente serão seus rivais, Bede e Marnie, além da equipe da Região de Galar. Ainda não foi explicado muito bem qual é a intenção dessa organização, a única coisa que sabemos é que eles são fãs obcecados da sua rival Marnie, que possui um Pokémon chamado Morpeko. Esse novo Pokémon tem uma habilidade bem característica, ele possui alterações de humor que influenciam na sua tipagem quando ele está de barriga cheia ou com fome. Outros monstrinhos também foram mostrados, Cramorant que também possui uma habilidade bem engraçada, e o Polteageist.

Além destes, pela primeira vez foram mostrados os Pokémon que iriam receber uma forma alternativa (fato implementado na geração passada, em que alguns monstrinhos tiveram suas características biológicas alteradas por fatores ambientais), os Pokémon que apresentaram essa mudança foram Weezing, que passou a ser denominado como Galarian Weezing (fazendo referência às alterações que ele sofreu devido ao clima dessa região) , assim como o Galarian Zigzagoon, sua evolução, o Galarian Linoone e que por causa dessa mudança ambiental acabou ganhando uma nova evolução, o Obstagoon.

Outras informações como customização (implementado na 6ª geração) foram mostradas, poderemos montar um acampamento (mecânica bastante semelhante ao Pokémon Amie na 6ª geração e Pokémon Refresh na 7ª) onde iremos poder interagir com nossos Pokémon para fortalecer os laços através de brincadeiras e comidas, pois iremos poder fazer Curry para alimentá-los.

O mês de outubro foi o mês mais movimentado em relação à campanha de publicidade e liberação de informações da franquia. Tudo começou com a notificação do surgimento de um Pokémon que estava com sua imagem borrada no próprio site do jogo. Alguns dias depois foi revelado que esse Pokémon seria a evolução do Farfetch’d, denominado Sirfetch’d (Pokémon exclusivo da versão Sword). Outra revelação importante neste mês foi a da Galarian Ponyta (Pokémon exclusivo da versão Shield), que foi realizado a pedido da Pesquisadora Sonya, ela orientou que os treinadores ficassem atentos à câmera que ela tinha instalado em Glimwood Forest (uma região ainda não muito explorada), pois haveria a possibilidade de podermos presenciar novos Pokémon. Conseguimos ver alguns monstrinhos originários de outras regiões, o famoso Impidimp que, apesar de ser o favorito de muitos, ainda não foi revelado oficialmente, e a aparição da nova forma da Ponyta.

Outro ocorrido importante no final do mês de outubro foi o vazamento de informações não autorizadas pela empresa (leaks) através de um perfil em redes sociais. Mas você deve estar se perguntando, “mas isso já não seriam informações suficientes?”, acredite quando eu digo que não. Em jogos passados, a The Pokémon Company e a GameFreak sempre tiveram uma abordagem diferente da que estamos tendo em relação a Sword & Shield. E em algumas situações, as informações sempre vazavam antes da data de lançamento do jogo devido ao trabalho que dataminers realizavam em cima da demo do jogo que era liberado como prévia.

Toda vez que um jogo novo era anunciado, a GF sempre teve um padrão para liberação de informações a respeito dos jogos. Na maioria das vezes, as informações se resumiam a um pequeno vídeo onde eram mostrados novos Pokémon, novas mecânicas, novas áreas, novas evoluções e até mesmo parte da história até o dia do lançamento do jogo. Fazendo com que a comunidade tivesse bastante informação. Muitas das vezes já sabíamos muito mais coisas referentes à região e sua Pokédex nativa do que sabemos a respeito da Região de Galar e da Oitava Geração de Monstrinhos. Mesmo com as informações que já tínhamos e com a proximidade do lançamento do game, os fãs começaram a ficar impacientes com a ausência de conteúdo.

Não se sabe como, mas um usuário conseguiu ter acesso ao jogo bem antes da data prevista e esta mesma pessoa começou a compartilhar todos os Pokémon que estavam registrados na Pokédex em suas redes sociais. Para os fãs que estavam carentes de informações, esse episódio foi um prato cheio, entretanto, outros preferiram ficar de fora para não verem o poderiam encontrar no jogo, a fim de não estragar a surpresa que sua gameplay iria lhe proporcionar. Desde esse ocorrido, que deixou a internet bastante agitada, não houve mais anúncios e nem pronunciamentos das empresas. Estamos bem próximos do lançamento do jogo, talvez seja possível que ainda tenhamos um último anúncio que venha revelar novas coisas, porém isso ainda é incerto.

A live de 24 horas que mostrou apenas 01 Pokémon, a Galarian Ponyta, mostra que, como exploradores, temos que ter paciência e dedicação, para podermos analisar e estudar a vida selvagem sem que a coloquemos em alerta e/ou perigo, e isso é o que Pokémon sempre representou. Pesquisar, registrar, conhecer, descobrir novas criaturas, novas formas. A divulgação de Sword & Shield foi pontual nesse sentido, de esconder as informações, e deixar com que os jogadores possam realizar essa descoberta e essa pesquisa por conta própria.

E aos 45 do segundo tempo, recebemos mais um trailer japonês, e a essa altura do campeonato, podemos chamá-lo de trailer final [?] Não era exatamente o que esperávamos, um mini-Direct repleto de informações, mas como todos os outros já feitos, é um trailer cheio de vida e que só faz aumentar o hype pelo jogo. Não recebemos a formas finais dos starters, nem as formas intermediárias, o esquema de mistério adotado pela GameFreak para esta geração segue forte. Tudo o que temos são de vazamentos, mas oficialmente, nenhum desses Pokémon foram mostrados, e por mais que estejamos acostumados e estávamos ansiosos para receber uma enxurrada de informações na reta final, quem soube fugir dos vazamentos vai acabar se divertindo muito, descobrindo por conta própria.

No final das contas, cada trailer novo reacende uma vontade de conhecer mais, de literalmente viver nessa nova região. Uma nova geração de possibilidades se abre no Nintendo Switch, e estamos ansiosos para explorar.

Dessa forma, seguimos tentando juntar o máximo de informações possíveis até o lançamento do jogo. Acredito que assim como eu, os fãs de longa data e os que irão experimentar a franquia Pokémon pela primeira vez, não veem a hora de pegar seu passaporte e desbravar os mistérios que a Região de Galar tem para nos proporcionar.

Revisão e colaboração: Angelo Mota