REVIEW | PIKMIN 3 DELUXE te ensina a superar desafios através de estratégias de liderança

Os visuais deslumbrantes com técnicas simples são capazes de encantar a todos. Até pessoas que não curtem games param para acompanhar o que está passando na tela.

Gerir e administrar não é algo fácil. Conhecer a habilidade de cada um é fundamental para o sucesso, mas não é a única coisa necessária para avançar. Saber onde posicionar todos e quais são os momentos exatos para agir podem ser o seu grande diferencial. É preciso ter a noção exata de onde seus liderados estão e o que estão fazendo, acompanhar cada detalhe do serviço solicitado e verificar se estão executando corretamente. Se algum setor está pegando fogo, direcione seus esforços para acalmar as chamas, mas sem esquecer qual seu objetivo principal. E tenha plena noção do que fazer para alcançá-lo. Otimize seu tempo, se planeje e analise com cuidado as possibilidades para conseguir êxito da forma mais rápida possível. Algumas baixas e perdas são esperadas pelo caminho, portanto leve em consideração ter mão de obra extra para suprir suas necessidades. E não desista nunca. O percurso é tortuoso e sombrio. Será preciso derrubar inimigos no caminho e extrair força de tudo e todos a sua volta, mas o importante é não desistir nunca.

Não, você não está lendo um texto sobre coach empresarial, você está sim em um review de Pikmin 3 Deluxe.


PIKMIN 128

O saudoso GameCube foi lar de grandes franquias consagradas da Nintendo, isso é certo. Mas o que poucos esperavam na época era que uma ideia do lendário Shigeru Miyamoto, baseada nas formigas de seu jardim, se tornaria um jogo de uma franquia inédita no então console de nova geração da empresa japonesa.

Utilizando de todo o poderio de processamento do NGC, Pikmin chegou colocando em prática a tecnologia vista algum tempo antes em uma demo técnica do console, onde podíamos acompanhar 128 Marios passeando por um ambiente tridimensional e cada um deles agindo de forma separada, com animações individuais. Como a Nintendo está sempre disposta a nos surpreender, a técnica não foi usada em um jogo do encanador, mas em algo totalmente novo. Um game de estratégia em tempo real que trazia a fofura tradicional da empresa e aquela pequena dose de crueldade e mundo real que fazia toda a diferença.

A sequência conseguiu expandir ainda mais o universo do divertido game e pavimentou o caminho para uma terceira versão do jogo que foi lançada no Wii U em 2013. Como sabemos, por mais que grandes títulos tenham chegado ao console com controle de tablet, o aparelho não vendeu como a Nintendo esperava, e muitos jogos ficaram presos a ele fazendo com que muitas pessoas não tivessem acesso. Com o sucesso do Nintendo Switch, foi normal esperar por versões atualizadas destes games,o que realmente aconteceu com vários, mas ainda faltam algumas pérolas e aos poucos elas vão chegando.

Em Outubro de 2020 Pikmin 3 Deluxe foi lançado no Nintendo Switch. Como diz o próprio título, trata- se de uma versão aprimorada do game no Wii U, trazendo o jogo base e mais algumas adições para ampliar e melhorar a experiência.

Mas será que o nome Deluxe foi honrado? É o que vamos descobrir.


AFINAL DE CONTAS, O QUE É PIKMIN 3?

Koppai está passando por uma crise. Seus habitantes estão famintos por terem esgotado completamente os recursos naturais do planeta de forma irresponsável. Três jovens exploradores saem pelo espaço em busca de lugares que possam encontrar comida. São eles os protagonistas do game: Brittany, Alph e Charlie. Depois de várias investidas sem sucesso, acabam encontrando PNF-404, um planeta que carrega muitas semelhanças com a nossa Terra e se prova extremamente frutífero.

Depois de um pouso forçado, os três acabam se separando. Mas antes que ficassem desamparados em uma terra nova e possivelmente hostil, eles encontram os Pikmin.

Pikmin 3 é um game de estratégia em tempo real, mas que mistura um pouco de ação. Basicamente o jogador precisa administrar um exército de até 100 personagens, se baseando em suas habilidades para atingir diversos objetivos. Esses personagens são os pequenos Pikmin, que além de fofos, são corajosos, eficientes e com um grande espírito de equipe, sempre dispostos a ajudar. Cada um deles possui habilidades específicas que podem fornecer vantagens e determinadas situações. Os vermelhinhos são resistentes ao fogo e possuem maior poder de batalha, enquanto os azuis conseguem respirar debaixo da água. Precisa alcançar lugares mais altos? Os fofos cor de rosa podem voar, mas não são muito bons em combate. Todos eles agem automaticamente dependendo da ação solicitada, como carregar objetos, abrir paredes ou portões e atacar inimigos. São vários bichinhos ao longo da aventura e descobrir o que cada um pode fazer é parte da diversão.

É possível explorar a mão de obra local, digo, usar a ajuda das criaturas para alcançar os objetivos dos astronautas, que basicamente são encontrar comida e retornar para Koppai. Mas nem tudo é simples como parece e os personagens irão precisar de planejamento e estratégia para conseguir os resultados esperados. Coletar frutas, encontrar objetos de um certo povo antigo que viveu no planeta e eliminar os insetos malvados que se alimentam de Pikmin não são tarefas fáceis e lineares.

Em certo momento da campanha os três protagonistas se encontram novamente, sendo possível separar seu exército Pikmin em três e otimizar a jornada. Como o dia em PNF-404 tem apenas 15 minutos, saber se posicionar de forma estratégica é essencial, alternando entre os exploradores para direcionar as criaturinhas corretas para o trabalho exigido.

É possível atravessar a campanha de modo cooperativo local. Com a ajuda de um jogador extra, as tarefas se desdobram com mais facilidade. Dividir o trabalho e saber demandar é mais uma fórmula para alcançar o sucesso. Fica a dica.

As comparações com um ambiente empresarial são inevitáveis e dicas usadas por professores de administração, desenvolvimento de equipes e “coachs” se encaixam perfeitamente em muitas situações do jogo.


POR TRÁS DA FOFURA

Escondendo um sistema complexo e extremamente difícil por trás de uma aparente fofura, a Nintendo tem em Pikmin uma de suas melhores franquias. Fazendo parte da filosofia da empresa que cria jogos fáceis de aprender mas difíceis de se dominar por completo, o game traz uma curva de aprendizado deliciosa, que insere novos elementos cuidadosamente para não entulhar o jogador com tarefas, mas sem deixar tudo muito fácil e repetitivo.

A campanha principal é apenas um pequeno pedaço do que a série consegue fazer, servindo de tutorial de como utilizar os novos Pikmin apresentados neste terceiro jogo. A cereja do bolo mesmo está em seus modos de missões. Neles é possível extrair o máximo do jogo e enfrentar desafios mais pesados e punitivos e até mesmo reprisar batalhas contra os chefes.

O maior pecado de Pikmin 3 é sua campanha de curta duração. Em poucas horas é possível resolver os problemas dos três exploradores, o que fazia o grande atrativo da versão original ser realmente as missões extras. Mas como todo jogo Deluxe que a Nintendo está lançando no Switch, o game possui elementos a mais. O principal aqui é a campanha com os dois velhos conhecidos dos fãs da série.


LÁ E DE VOLTA OUTRA VEZ

Durante as missões principais, os personagens controlados pelo jogador seguem o rastro de um tal Olimar e de Louie, que já estiveram em PNF-404 antes e possuem dados de pesquisas mais avançadas. Em Pikmin 3 Deluxe conseguimos ver o que acontecia com eles enquanto o trio de protagonistas buscava uma forma de se alimentar e sair do planeta. Essas missões extras são divididas em duas partes e podem ser acessadas após momentos específicos da história.

A primeira aparece logo no início e possui apenas quatro missões simples que apresentam algumas pequenas novidades e diferentes tipos de Pikmin. Já a segunda parte é disponibilizada ao concluir a campanha principal e traz desafios mais voltados a quem já está dominando as mecânicas e técnicas do game. “Olimar’s Assingnment” e “Olimar’s Comeback” são uma adição e tanto ao pacote do jogo e já fazem valer a compra da versão Deluxe. Mas vale destacar que ainda sofrem com a curta duração. Veteranos da franquia vão cumprir os objetivos rapidamente. Mas para deixar as coisas mais interessantes aos mais habilidosos, Pikmin 3 Deluxe adiciona dificuldades extras e são prato cheio para quem busca descobrir se realmente dominou as estratégias do jogo.


VISUAIS IMPRESSIONANTES DENTRO DE UM PEQUENO PORTÁTIL

O que faz Pikmin diferente de tudo que existe no mundo dos games de estratégia em tempo real é seu visual único. A premissa de Aliens que exploram planetas alheios utilizando da mão de obra local e enxergando os liderados apenas como números poderia ser retratada de diversas formas mais sombrias, como já vimos aos montes por aí. Mas a Nintendo tem todo seu jeitinho especial para nos contar suas histórias. Com cenários baseados em jardins e florestas, o game conta com ambientes belíssimos que se encaixam perfeitamente com as pequenas criaturas nativas.

As texturas vistas no jogo são realistas e cheias de detalhes. As folhas, flores, galhos e árvores parecem fotografia em determinados momentos, e as frutas causam desejo em todos que jogam, pois parecem apetitosas. A sensação de estar caminhando por um jardim de verdade é constante e só saímos desse clima quando aparecem objetos utilizados por “antigos habitantes” do planeta. Chaves e aparelhos de telefone celular possuem texturas mais simples e menos detalhes. Mas nada que atrapalhe, já que não são vistos com frequência no jogo.

Os insetos e animais que permeiam os lugares de exploração carregam um misto de beleza e estranheza. Ao mesmo tempo que as criaturas são belíssimas, elas carregam uma aparência ameaçadora e imponente, justamente por não serem totalmente baseados em seres do nosso mundo real, mas que carregam semelhanças e muitas vezes misturando vários tipos de animais em um só.

Os chefes são um deslumbre a parte. Passando pela mariposa que não suporta luz até a rocha que abre a boca e engole todos seus Pikmin apenas passando a língua, tudo tem um design impressionante. É a Nintendo fazendo o que sempre fez de melhor na criação de personagens.

Os pequenos astronautas possuem características um pouco mais cartunescas que todo o restante, propositalmente, já que para aquele mundo eles são alienígenas. Mas tudo na medida certa, já que também se encaixam no visual geral. Essa leve diferenciação serve também para facilitar distingui-los no meio da multidão de Pikmin.

O que mais surpreende em tudo isso é que a Nintendo utiliza recursos simples para criar a ilusão de realidade, como desfoque das bordas da tela e principalmente técnicas de “NormalMap” que simulam relevo e profundidade. Uma pena que não temos o uso de antialiasing, que poderia suavizar as bordas e aumentar ainda mais a sensação de estarmos olhando para um ambiente real.


UM SOM RELAXANTE DURANTE O TRABALHO É ESSENCIAL

Pasear por PNF-404 seria relaxante e prazeroso apenas pelos visuais, mas o clima é reforçado pela belíssima trilha sonora. O tema principal é marcante e tenho certeza que irá acompanhar o jogador por toda a sua vida, mas além dele, as composições que tocam durante as fases são deliciosas e combinam bastante com o que estamos visualizando.

Os instrumentos usados para criar as músicas remetem a coisas pequenas e suaves,como xilofones, piano, teclados e até mesmo barulhos que lembram brinquedos infantis. Algumas soam como uma canção de ninar. Se estiver passando por momentos estressantes, coloque a trilha de Pikmin para tocar e relaxe, certeza que vai ajudar.

Pikmin merece um lugar de maior destaque no mundo dos games. A franquia sem dúvidas é uma das melhores que a Nintendo já fez e mais pessoas deveriam dar chance a ela. Os games nunca foram um grande sucesso de público, talvez por terem sido lançados em consoles que não eram tão populares na época ou até mesmo por passar a impressão de ser simples e infantis quando na verdade é um grande e “hardcore” jogo de estratégia. Seja qual for o motivo, a franquia agora tem tudo para brilhar no Nintendo Switch com Pikmin 3 Deluxe. Quem nunca experimentou o game pode dar uma chance para ele agora, inclusive com uma demo disponível no eShop, e é certo que vão se apaixonar. A nova campanha é bem feita e divertida o suficiente para trazer de volta pessoas que já jogaram no Wii U, garantindo aquele replay nos novos modos de dificuldade e missões extras.

Os visuais deslumbrantes com técnicas simples são capazes de encantar a todos. Até pessoas que não curtem games param para acompanhar o que está passando na tela.

Imperdível para donos de Nintendo Switch, a versão aprimorada desse clássico é a forma definitiva de aproveitá-lo e é recomendada tanto para quem nunca se aventurou pelo game antes quanto para aqueles que já jogaram.

Esta análise foi feita com código gentilmente cedido pela Nintendo.